Café com Arte: como a Starbucks traz cultura para o seu café


Por Redação Starbucks Stories 

Há quem pense que todas as lojas Starbucks seguem a mesma arquitetura, paleta de cores e estilo mobiliário – seja no Brasil, nos Estados Unidos, na França ou na Austrália. Mas a verdade é que muitas lojas são projetadas para recriar a cultura do país e das comunidades onde estão inseridas. 

Desta vez, queremos levar um pouco das lojas brasileiras para as casas dos nossos clientes em todo o mundo, por meio deste tour virtual. Assim, compartilhamos a paixão e a energia envolvidas no processo de criação desses lugares tão especiais para um bom momento na companhia de uma excelente xícara de café. 

Vem com a gente conhecer as histórias por trás da criação de algumas de nossas lojas no Brasil e dos artistas responsáveis por dar um visual único a elas. 

Os morros e as dunas de Floripa 

Em 2019, a Starbucks inaugurou quatro lojas em Florianópolis (Santa Catarina) e foi fundamental encontrar a maneira perfeita de marcar essa chegada tão especial. Para isso, escolher o parceiro ideal passou a ser a prioridade. O mundialmente conhecido Fernando Chamarelli viveu em Floripa por muitos anos, permanecendo profundamente enraizado à cidade desde então. Quando convidado a homenagear a comunidade local junto com a Starbucks, ele aceitou imediatamente. 

Formado em design gráfico, Chamarelli é artista visual e ilustrador, e desenvolveu sua própria assinatura visual misturando elementos de diferentes culturas, transmitindo a mensagem de que tudo está conectado e que devemos perceber nossa conexão com outros seres humanos, animais, natureza e o cosmos. Atualmente seu trabalho pode ser visto em galerias ao redor do mundo, principalmente no Brasil, Estados Unidos e Europa. 

Starbucks Floripa Boulevard (Florianópolis/SC), por Fernando Chamarelli 

“Para este projeto com a Starbucks, precisei fazer algo minimalista, que tivesse um design enxuto e com poucas formas Minha arte é cheia de detalhes. Foi algo novo para mim,que gosto de desafios”, disse Chamarelli. Cada obra de arte é alimentada pelas fontes pessoais de inspiração do artista, como explicou Chamanelli. 

Cada obra de arte é alimentada pelas fontes pessoais de inspiração do artista, como explicou Chamanelli. “Eu sempre começo a criar no papel, em seguida experimento as cores digitalmente, para depois pintar a arte na parede. Minhas inspirações para este trabalho vieram da natureza e da geografia de Florianópolis: sol, morros, dunas, as formas da ilha e obviamente o mar”. 

Localizadas no coração do idílico cenário subtropical catarinense, as lojas são uma homenagem à cidade também é conhecida como “Ilha da Magia”. Florianópolis é bela, sofisticada e única, atraindo turistas brasileiros e estrangeiros de diferentes partes do mundo, para contemplar suas mais de 100 praias exuberantes e os pontos históricos turísticos e monumentos. 

Starbucks Shopping Iguatemi (Florianópolis/SC), por Fernando Chamarelli
Starbucks Shopping Iguatemi (Florianópolis/SC), por Fernando Chamarelli

O espaço da arte 

Os elementos da natureza também são inspiração para o artista visual e muralista João Paulo Cobra (NOVE), nome por trás de alguns dos mais icônicos murais da cidade de São Paulo e do painel da Starbucks Cidade Jardim Corporate. 

João NOVE é conhecido por sua técnica primorosa e pela influência da natureza e da tecnologia em suas obras. Telas, madeiras e metais são suportes de sua produção artística, muitas vezes coletados na rua – cenário que retrata desde 1999. A arte de NOVE apresenta o cotidiano, combinando elementos de contraste em cenas que usam elementos geométricos, grafismos, luzes, cores vibrantes e pastéis. 

“Hoje, meu trabalho é muito inspirado pela tecnologia e pela natureza. A natureza é a grande referência da geometria sagrada, da harmonia dos elementos e representa grande parte da pesquisa que eu faço. Ao retratar um elemento, eu nunca reproduzo a sua imagem por si só, mas mimetizo o meu entendimento sobre o objeto”, explica o artista – que é um grande apreciador de café, especialmente do Cold Brew. 

Starbucks Cidade Jardim Corporate (São Paulo/SP), por João NOVE 

Em uma longa e calorosa ligação telefônica, João contou sobre a experiência na criação de seus murais. “Fiquei muito empolgado com o projeto. Primeiro, eu precisei entender as diretrizes para adequar meu trabalho ao briefing. Em seguida, parti para um reconhecimento arquitetônico do espaço onde os murais seriam instalados, pois é fundamental que haja sinergia e respeito entre a arquitetura e a arte.” 

Starbucks Cidade Jardim Corporate (São Paulo/SP), por João NOVE 

Para os painéis da loja Starbucks do Cidade Jardim Corporate, João utilizou técnicas da arte de rua (spray na parede) para dar vida aos elementos pictóricos que representam, nas próprias palavras do artista, “notas de sabor das bebidas da marca, plantas e o pássaro, uma tradução da liberdade de pensamento e da natureza – juntos, os elementos podem ser transferidos para qualquer ambiente”. 

“Também incluí no trabalho elementos gráficos futuristas, representando a tecnologia e a inovação da Starbucks”, completa. João é conhecido por reunir temas contrastantes em suas obras, combinando-os em peças deslumbrantes e coloridas. 

Promover conexões em todos os lugares onde estamos 

Durante o processo de idealização das lojas são levados em consideração elementos, signos, arquitetura, harmonia com a região, somada a uma curadoria de artistas que busca afinidade entre a expressão artística e uma conexão com a comunidade local. 

Enquanto continuamos a nos adaptar ao novo normal, a Starbucks está comprometida em levar a Experiência Starbucks até cada um de seus clientes, seja pelo serviço delivery, capaz de entregar em minutos o espresso ou blend perfeito diretamente em suas casa, ou seja por meio deste tour virtual dedicado aos curiosos e apaixonados por arte. 

Vem com a gente nessa jornada?