A abordagem da Starbucks para o fornecimento ético de café


Por Redação Starbucks Stories

A missão da Starbucks de inspirar e nutrir o espírito humano vai muito além de nossos clientes, parceiros e lojas. Temos orgulho de celebrar a condução dos nossos negócios de maneira responsável e apoiar as comunidades onde estamos presentes, por toda a cadeia de produção – do grão à xícara. A Starbucks compra de 3% de todo o café mundial, proveniente de mais de 400.000 agricultores de 30 países diferentes, a Starbucks entende que o seu futuro está intrinsecamente ligado ao dos agricultores e de suas famílias. Desde 2015, 99% do café Starbucks é verificado como sedo de origem ética, nos tornando o maior varejista do segmento de café a atingir esse patamar.

A nossa abordagem para o fornecimento ético de café é regida pelas Práticas de Equidade na Produção de Café (C.A.F.E. Practices, do nome em inglês Coffee and Farmer Equity), um dos primeiros códigos de ética do setor, lançado em 2004. Desenvolvidas em colaboração com a International Conservation, as Práticas C.A.F.E. são  um programa de verificação das fazendas fornecedoras, que leva em consideração critérios econômicos, sociais e ambientais, desenhados para promover políticas transparentes, lucrativas e sustentáveis para o cultivo de café, ao mesmo tempo em que protegem o bem-estar dos cafeicultores e trabalhadores, assim como de suas famílias e comunidades onde estão inseridas.

As Prácticas C.A.F.E. ajudaram a Starbucks a criar uma cadeia produtiva de longo prazo e de alta qualidade, com impacto positivo nas vidas e meios de subsistência dos cafeicultores e de suas comunidades. Compõem as Práticas C.A.F.E mais de 200 indicadores – desde relatórios financeiros até a proteção dos direitos dos trabalhadores e a conservação de recursos, como a água e a biodiversidade. O programa inclui um processo de verificação terceirizado e supervisionado pela SCS Global Services, responsável por garantir a qualidade e integridade das auditorias realizadas.

Os 4 Critérios de Avaliação

O processo de verificação C.A.F.E. entende seus critérios de verificação por meio de quatro pilares:

  • Transparência Econômica:
    • Os fornecedores devem apresentar comprovantes de pagamentos feitos pelos grãos de café em todas as etapas da cadeia de produção, incluindo o quanto foi pago diretamente aos cafeicultores.
    • Por conta da transparência econômica, sabemos de quais fazendas vêm os nossos grãos, os nomes dos fazendeiros e o preço pago a cada um deles.
  • Responsabilidade Social:
    • Os cafeicultores devem proteger os direitos das pessoas que trabalham em suas propriedades e adotar medidas que promovam um ambiente de trabalho seguro, justo e humano. Isso inclui critérios de avaliação relacionados a salários e benefícios, políticas de contratação, horas de trabalho praticadas, uso de equipamentos de proteção, acesso a cuidados médicos e educação.
    • Os trabalhadores permanentes e temporários devem receber regularmente, pelo menos, o salário mínimo estabelecido em lei no país ou estado em que atuam.
    • Não há tolerância para qualquer forma de trabalho infantil.
  • Liderança Ambiental:
    • O programa exige dos produtores práticas agrícolas sustentáveis para o cultivo e processamento do café, incluindo medidas para proteger a qualidade da água, melhorar a saúde do solo, preservar a biodiversidade, reduzir o uso de agroquímicos e preservar água e energia.
    • Desde 2004, o programa não aceita qualquer tipo de conversão de áreas de floresta natural e o uso de pesticidas proibidos.
    • As Práticas C.A.F.E. de Liderança Ambiental ajudam os agricultores a se adaptarem aos impactos das mudanças climáticas, promovendo a manutenção de árvores de sombra e cobertura do solo para prevenir a erosão do solo durante chuvas fortes.
  • Qualidade:
    • Todo café deve passar por nossos padrões de alta qualidade.
    • Nós apenas fornecemos, torramos e vendemos café arábica da mais alta qualidade.
    • A Starbucks oferece remunerações que apoiam a lucratividade do agricultor acima do preço do mercado comercial. Essas remunerações são motivadas pelo fato de comprarmos café premium e de origem ética, verificado pelas Práticas C.A.F.E. Também oferecemos gratificações adicionais para gratificar as cadeias de produção que alcançam altos níveis de desempenho e mostram melhorias contínuas nos critérios estabelecidos pelas Prácticas C.A.F.E.

Para conhecer todos os critérios de avaliação acesse Práticas C.A.F.E. (conteúdo disponível em inglês).

O processo de verificação das Prácticas C.A.F.E

  • Primeiro, a Starbucks avalia a qualidade do café e os fornecedores concordam em fornecer transparência econômica até o nível do produtor, antes mesmo de qualquer negócio ser realizado. Este é um pré-requisito para fazer negócios com a Starbucks.
  • Em seguida, os fornecedores enviam um requerimento formal à Starbucks detalhando a cadeia de fornecimento de café e se comprometendo a implementar as diretrizes estabelecidas pelas Práticas C.A.F.E.
  • Organizações terceirizadas, aprovadas e supervisionadas pela SCS Global Services, conduzem inspeções nas instalações de moagem das fazendas e depósitos da cadeia produtiva, para avaliar o desempenho em relação a mais de 200 indicadores.
  • Relatórios de verificação detalhados são enviados à Starbucks para determinar o status de cumprimento das Práticas C.A.F.E.
  • Uma vez aprovados, os fornecedores são responsáveis por manter o cumprimento das Práticas C.A.F.E. Eles são convidados a trabalhar em parceria com o nosso Centro de Apoio ao Agricultor (FSC do nome em inglês), em seus planos de trabalho para aprimorar de forma contínua as suas performances em relação às Práticas C.A.F.E.
  • Para se manterem como fornecedores ativos no programa, cada cadeia de produção deve passar regularmente por novas verificações, com frequência ditada por seu desempenho no programa.

Melhoria Contínua

Além disso, quando a Starbucks é notificada sobre violações das práticas estabelecidas, tomamos medidas imediatas, conduzindo uma investigação que pode levar à suspensão da relação comercial com uma fazenda até que o caso seja esclarecido. Com base em nossa investigação, podemos pedir ao nosso fornecedor que trabalhe para resolver qualquer problema com uma fazenda, incluindo o desenvolvimento de um plano de trabalho para corrigir a violação identificado. A implementação de um plano de ação corretiva e a real solução de qualquer critério necessário passarão por uma avaliação conduzida por uma organização de verificação terceirizada aprovada, garantindo assim, que qualquer infração seja tratada de forma eficaz.

As Práticas C.A.F.E. são um programa de verificação e não um sistema de certificação única, pois acreditamos que sempre há oportunidades de melhoria e trabalho a ser feito para garantir o fornecimento de café de alta qualidade a longo prazo e o impacto positivo às comunidades agrícolas. Estamos continuamente melhorando o programa e trabalhando com grupos como a International Conservation, para medir o verdadeiro impacto de nossas iniciativas sobre os agricultores e produtores homologados. O programa permite que a Starbucks obtenha percepções sobre os desafios enfrentados pelos agricultores e pelas operações da cadeia produtiva em mais de 30 países produtores de café, em todo o mundo.

Acreditamos em nossa abordagem de melhoria contínua como um agente de mudanças positivas entre os fornecedores e as fazendas, a fim de garantir um futuro melhor para todos aqueles envolvidos no café.

Programas de Apoio ao Agricultor

As Práticas C.A.F.E. são apenas uma das maneiras pelas quais apoiamos nossas cadeias produtivas e comunidades agrícolas. Até hoje, investimos mais de 150 milhões de dólares para aumentar a ascensão e a resiliência dos agricultores e trabalhadores que cultivam café em todo o mundo, nas comunidades cafeeiras, no compartilhamento do conhecimento técnico sobre café e inovando as abordagens agrícolas.

Clique aqui para conhecer mais sobre nossos programas, incluindo empréstimos para agricultores, nosso trabalho aberto de agronomia, os centros de apoio aos agricultores e as doações de árvores (conteúdo disponível em inglês).

thumbnail for Um tributo à brasilidade de dentro para fora

Um tributo à brasilidade de dentro para fora