Esperança e união: em parceria com ONGs, Partners da Starbucks se mobilizam para entregar café às comunidades


Por Sedenir Junior e Paula Fortes

Simone Castro, gerente de operações do Rio de Janeiro, ligou a televisão para ver o jornal do dia e se deparou com a notícia da chegada do COVID-19 no Brasil. Ela sabia que em algum momento isso afetaria a vida de todos.

E assim aconteceu. Poucos dias depois, a cidade do Rio de Janeiro parou e a maioria dos moradores passou a ficar reclusa em casa. Com o passar dos dias, conversando com os partners, passaram a pensar em soluções de como ajudar a comunidade, uma pessoa, uma xícara e um bairro de cada vez, conforme apresentado pela missão Starbucks. "Como podemos apoiar as pessoas carentes neste momento, muitas vezes não apenas de coisas materiais, mas também de amor, carinho?" – e assim, iniciaram uma força-tarefa para coletar vários produtos nas lojas fechadas para doação a ONGs.

“Quando percebi tudo o que estava acontecendo, precisava pensar em como poderíamos colaborar positivamente e aprender com isso. Apoiei a possibilidade de fazer doações e envolvi minha equipe ”, disse Simone. Ela reuniu sua equipe de partners e, apesar do desafio da distância social, organizou uma equipe e reuniu suas primeiras doações: leite para a Associação Prover, instituição que ensina as crianças a arte da música através de instrumentos musicais. Foram doadas mais de 300 caixas de leite, colaborando com a alimentação das crianças apoiadas.

Simone Castro entregando as doações da loja Rua Assembleia, no Rio de Janeiro.

Depois, outros 1.000 itens, principalmente café, foram coletados de 21 lojas e entregues à Gastromotiva (ONG que promove a transformação através da gastronomia) e à Humédica (ONG que ajuda as vítimas de desastres).

“Aqui em Friburgo, temos uma aliança com o abrigo de idosos chamado Laje, onde cerca de 80 idosos vivem apenas através de doações. Eles são o nosso parceiro local e um dos itens mais solicitados não é o café. Amanhã realizarei a entrega e também faremos doações para as famílias que atendemos, no lixão de São Gonçalo. Estamos felizes em compartilhar e construir essa ponte com esses projetos que realmente ajudam as pessoas ”, comenta Leonardo, um dos voluntários da Humédica.

Partners organizando as doações.

Esses partners incorporam a missão da Starbucks, que incentiva todos a  apoiar uma comunidade de cada vez; pois de cada café, de cada pessoa que recebe carinho, boas ações podem reverberar - e cada história serve para multiplicar essa cadeia de boas cada vez mais . “Felicidade em poder fazer algo pelos outros que foi o que motivou e nos inspirou a continuar. Em momentos tristes como o que estamos vivendo, ainda conseguimos viver nossa missão e ajudar”, comenta Simone. Essa foi a atitude de Simone na região em que ela opera e, como ela, vários partners transformaram sua comunidade, sua loja e seu espaço para ajudar os outros, fazendo coisas boas acontecerem!

thumbnail for Timeline: Starbucks history of LGBTQIA2+ inclusion

Timeline: Starbucks history of LGBTQIA2+ inclusion